WhatsApp é a mídia social mais usada no meio rural, revela pesquisa

Entre os produtores rurais com acesso a internet, 96% usa o aplicativo para troca de informações

Divulgação / John Deere
Estudo mostra que 61% dos entrevistados com celular possuem aparelho com acesso à internetDivulgação / John Deere

A forte presença de smartphones no campo é confirmada em pesquisa sobre consumo de mídia e hábitos de compra divulgada ontem pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), em workshop realizado em Porto Alegre. O estudo, realizado com 2.835 produtores rurais de 15 Estados brasileiros, mostra que 61% dos entrevistados com celular possuem aparelho com acesso à internet. Em 2013, o percentual era de 17%.

– A informação é instantânea. A barreria geográfica da tecnologia está cada vez menor, ajudando a segurar o homem no meio rural – analisa Marcelo Claudino, diretor de Inteligência de Negócios do Grupo Informa/FNP, executor da pesquisa.

O Whatsapp aparece como a mídia social mais usada pelo produtor, chegando a 96% dos que tem acesso à internet. O aplicativo desbancou o Facebook, que aparece com o percentual de 67%, e há cinco anos era a mídia social mais relevante no meio agrícola.

–  O produtor, em especial o gaúcho, é um grande consumidor de mídia, em diferentes plataformas. Esse comportamento traz muitas oportunidades de conexões – destaca Jorge Espanha, presidente da ABMRA.

A 7ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural também revelou o rejuvenescimento da decisão de compra. O estudo mostra que 27% do poder decisório está nas mãos de produtores de 26 anos a 35 anos. Em relação à 2013, o percentual cresceu 50%.

– A grande porta de integração entre pais e filhos, no processo de sucessão, é a tecnologia. É por meio dela que o jovem consegue mostrar aos mais velhos o quanto eles podem ajudar do negócio – diz o presidente da Stara, Gilson Trennepohl.

Fonte: Zero Hora

JOANA COLUSSI