Visão tridimensional

Radiografias das diversas cadeias que compõem o agronegócio gaúcho existem várias. Cada setor tem a sua. Bem ou mal, é por esse plano de voo que se orientam os produtores de carnes ou de grãos. Talvez o que esteja faltando seja uma visão mais ampla da agropecuária gaúcha não uma radiografia, mas uma tomografia de alta definição em 3D, para seguir na analogia médico-hospitalar. Um cruzamento de dados da produção agrícola gaúcha como um todo. Quem produz o que, onde, por quanto, para quem vende, que renda obtém com isso, quanto o Estado arrecada, e assim por diante. Não há como elaborar um planejamento de médio e longo prazos do agronegócio gaúcho, nem políticas públicas adequadas, sem essa visão tridimensional do campo. Se a Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa conseguir isso, terá prestado um grande serviço ao Rio Grande do Sul.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *