VIOLÊNCIA NO CAMPO – Quadrilha invade fazenda em MT para roubar agrotóxico e troca tiros com polícia

Criminosos fizeram funcionários reféns durante o roubo; ação terminou com 4 prisões, 1 criminoso morto e 42 galões de defensivos recuperados

carro preto usado por criminosos em roubo de defensivosFoto: Polícia Militar de Mato Grosso

Uma quadrilha invadiu uma fazenda em Diamantino (MT) para roubar defensivos agrícolas. Segundo o boletim de ocorrência, na noite do último sábado, dia 10, cerca de dez homens renderam funcionários enquanto carregavam os produtos.

Segundo a Polícia Militar, os suspeitos estavam “posicionados para o ataque” na fazenda e, quando os agentes chegaram perto do barracão onde são guardadas máquinas agrícolas, houve troca de tiros por cerca de 15 minutos. Alguns dos criminosos tentaram fugir pelos fundos da propriedade, usando um utilitário esportivo Dodge, enquanto outros fugiram a pé pela mata. Outro veículo foi deixado no local.

O carro usado na fuga teve problemas com os pneus e, ao pararem para trocar, foi alcançado por viaturas da polícia. Os suspeitos atiraram nos policiais e correram para uma plantação de soja próxima.

Durante a ação, 42 galões de agrotóxicos retirados da fazenda foram recuperados.

  • Prisões

    Na manhã do domingo, dia 11, Devlyn Gloria Pereira, de 26 anos, que tentava conseguir carona numa rodovia da região, foi reconhecido como integrante da quadrilha e preso.

    Outro suspeito, Tiago Franco de Lima, de 29 anos, acabou sendo capturado no município de Rosário Oeste (MT). Com uma arma, ele teria ameaçado um caminhoneiro para tentar pegar carona.

    Marcelo Augusto Borges Leite, de 23 anos, que também tentava conseguir carona para fugir, foi detido em outra fazenda da região.

    Novo confronto

    Segundo a PM, dois dos integrantes da quadrilha permaneceram em uma mata nos fundos da fazenda invadida, mas foram vistos pelo proprietário. Os policiais cercaram o local e houve nova troca de tiros.

    Um dos suspeitos fugiu e o outro acabou baleado. “Guilherme”, como foi identificado pelos comparsas,

    morreu no pronto-atendimento de Nova Marilândia (MT). Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38.

    Por Canal Rural

    Fonte : Canal Rural