Veterinário assume a Secretaria de Defesa Agropecuária

Ex-diretor de Programas da SDA, Enio Marques foi indicado para ocupar o cargo que já exercia de forma interina

por Globo Rural On-line

Divulgação/MAPA

O médico veterinário e fiscal federal agropecuário aposentado Enio Antonio Marques Pereira foi nomeado para conduzir a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA)

O médico veterinário e fiscal federal agropecuário aposentado Enio Antonio Marques Pereira foi nomeado para conduzir a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA)do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A nomeação do dirigente foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), na última sexta-feira (2/3).
Paulistano, Marques – com mais de 40 anos de experiência profissional no Mapa –, já ocupava o cargo de secretário substituto desde a exoneração de Francisco Sérgio Ferreira Jardim, nomeado como assessor especial do ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, no dia 15 de fevereiro.
Antes de assumir a pasta, ele atuava como diretor deProgramas da SDA e tinha exercido a função de secretário de Defesa Agropecuária em duas ocasiões: de 1992 a 1993, e de 1995 a 1999. Com pós-graduação em projetos de planejamento em sanidade agropecuária pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marques foi ministro interino e representante do Ministério da Agricultura no Conselho Nacional da Saúde e no Conselho de Metrologia. Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro) de 1996 a 1999.
Assessorou a Divisão de Saúde Pública da Organização Pan-Americana de Saúde, em Washington, entre 1995 e 1996, e foi consultor técnico da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados de 1993 a 1995, e entre 1990 e 1992.
Marques atuou, ainda, como secretário Nacional de Produção, de 1986 a 1989, e foi delegado Federal de Agricultura, em São Paulo, no ano de 1986. De 1983 a 1985, exerceu o cargo de secretário de Inspeção de Produtos de Origem Animal. No mesmo departamento também ocupou diversas funções técnicas entre 1971 e 1982 e chefiou o Serviço de Inspeção Federal, em São Paulo, de 1976 a 1977.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *