Vendas recorde de etanol

A moagem de cana no Centro-Sul do país alcançou 43,3 milhões de toneladas na segunda metade de agosto, 10,8% mais que no mesmo período de 2017, conforme divulgou a Unica. Desde o início da safra 2018/19, em abril, houve aumento de 2,3% no processamento, para 391,8 milhões de toneladas. Com a seca em regiões produtoras a partir de julho, a produtividade média das lavouras caiu. "A quebra vai se intensificar nas próximas quinzenas, na medida em que a colheita avançar para áreas mais afetadas pela estiagem e com lavouras mais velhas e, portanto, com produtividade naturalmente menor", afirma Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica, em nota. Nesse contexto, a entidade aposta que as usinas encerrarão os trabalhos nesta safra 2018/19 mais cedo. Em levantamento preliminar, a entidade apontou que 20% das usinas vão parar a produção de um a três meses antes. Mas as usinas têm ao menos um motivo para comemoração: as vendas de etanol hidratado das unidades do Centro-Sul bateram recorde na segunda quinzena de agosto. O volume alcançou 1,05 bilhão de litros. No mês, foram quase 2 bilhões de litros, outro recorde.

Por Fernanda Pressinott

Fonte : Valor