Vendas de máquinas não dão sinal de recuperação

Com mais uma queda em outubro, as vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias no mercado doméstico somaram 40.644 unidades nos dez primeiros meses do ano, com uma expressiva retração de 31,4% em relação a igual período de 2014, conforme divulgou na sexta-feira a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Na mesma comparação, as exportações caíram 28,1%, para 8.544 unidades, e a produção nacional recuou 30,2%, para 50.517 unidades.

Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, essas quedas não condizem com a realidade do setor de agronegócios, que vem de uma boa colheita de grãos e cujos preços dos produtos de exportação, convertidos ao real, estão em ascensão. "Por uma questão de falta de confiança, ou falta de clareza [em relação ao futuro próximo, por conta da crise política], decisões de investimentos têm sido postergadas", reforçou Ana Helena de Andrade, vice-presidente da entidade.

Nesse contexto, o segmento encerrou outubro com 15.860 funcionários empregados, 17,3% menos que no mesmo mês de 2014.

Por Fernando Lopes | De São Paulo
Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *