Vendas de adubos em patamares recordes

As entregas de fertilizantes das misturadoras ao consumidor final (produtores e cooperativas) totalizaram 3,425 milhões de toneladas em setembro no país, leve alta de 0,1% sobre o mesmo mês de 2011, de acordo com a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). No acumulado do ano, o volume de vendas voltou a bater recorde.

De janeiro a setembro em relação a igual intervalo do ano passado, as entregas cresceram 4,1%, para 21,219 milhões de toneladas. O crescimento é creditado às boas perspectivas para diversas culturas cujos produtores estão capitalizados, conforme Carlos Eduardo Florence, diretor-executivo da Associação dos Misturadores de Adubos (Ama-Brasil).

Tradicionalmente, a demanda é maior no segundo semestre para o plantio da safra de verão. Nos próximos meses, a procura pelo insumo deve diminuir diante da sazonalidade e vai depender, na avaliação de Florence, da influência do clima sobre o plantio da soja. Caso faltem chuvas, o cultivo pode ser adiado e atrasar a colheita. Consequentemente, pode provocar a diminuição do consumo de adubos para a segunda safra.

Os primeiros meses do segundo semestre (julho a setembro) de 2012 registraram 11,727 milhões de toneladas entregues, contra 11,109 milhões, 5,6% mais que no mesmo período de 2011.

De janeiro a setembro deste ano, as importações de adubos recuaram 1,8% sobre os nove primeiros meses do ano passado, para 14,733 milhões de toneladas. Na mesma comparação, a produção brasileira de fertilizantes registrou queda de 0,8% e somou 7,191 milhões de toneladas.

Os estoques em 30 de junho deste ano somavam 5,611 milhões de toneladas, 1% menos que o volume registrado no mesmo período de 2011, de 5,671 milhões.

Algumas consultorias e bancos estimam entregas recordes em 2012, de 29,3 milhões a 29,5 milhões de toneladas. No ano passado, foram 28,3 milhões.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2868920/vendas-de-adubos-em-patamares-recordes#ixzz29YlPQ3qL

Fonte: Valor | Por Carine Ferreira | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *