Vegetais têm plano de rastreabilidade

Será publicada hoje no Diário Oficial da União portaria que institui cronograma para criação de normas de rastreabilidade vegetal. Com as novas regras, que devem ser elaboradas até o final do ano, será obrigatório o uso e a adoção de rotulagem nos hortifrutigranjeiros, de forma a controlar o resíduo de agrotóxicos. ‘Precisamos avançar cada vez mais no monitoramento’, afirmou o presidente da agência, Dirceu Barbano, que ontem esteve na Capital. Atualmente, 36% das amostras coletadas são rastreadas e a meta é atingir 100%. Para a gerente de Toxicologia, Ana Vekic, a rotulagem vai facilitar a identificação dos responsáveis. ‘A intenção não é punir o agricultor, é prevenir que ocorra exposição a riscos’, destacou.

Segundo a Anvisa, análises realizadas em 2011 e 2012 indicaram até 89% de amostras de pimentão com agrotóxicos acima do permitido. No morango, o pico é de 59%. Já a alface atingiu 43% de reprovação e o tomate, 12%. A Anvisa lança alerta aos agricultores. Ana explica que, diferente dos consumidores que consomem os produtos aleatoriamente, eles ainda estão expostos pela aplicação incorreta.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *