Valor de hedge de algodão para 2013 da SLC Agrícola cai 8%

A SLC Agrícola, uma das maiores produtoras de grãos e fibras do Brasil, informou que 15% do algodão que será produzido na safra 2012/13 foi vendido antecipadamente ao preço médio de 93 centavos de dólar por libra-peso. Os outros 85% serão negociados até o fim de 2013 ao piso de 80 centavos de dólar por libra-peso. "Nosso custo de produção é 70 centavos", justifica o diretor-presidente da companhia, Arlindo Moura.

O preço médio para a safra do ano que vem é 7,9% menor do que o preço médio de US$ 1,01 por libra-peso que abrange 90% da pluma vendida neste ciclo 2011/12, em fase de colheita.

O desempenho da precificação média de algodão para o próximo ano pode ser ainda menor e ficar próximo de 84 centavos de dólar por libra-peso, uma vez que as cotações atuais da commodity estão baixas. "Nas últimas semanas vendemos um lote grande a 80 centavos de dólar, o que reduziu de 99 para 93 centavos o preço médio do algodão do ciclo 2012/13", relata Moura.

Apesar das cotações baixas da pluma – que chegou a US$ 2 a libra-peso na bolsa de Nova York no primeiro trimestre de 2011 e agora está no patamar de 75 centavos -, o executivo avalia que há tendência de os preços reagirem nos próximos meses, por causa de um provável mergulho da área plantada nos principais produtores mundiais da pluma, como Estados Unidos, onde já se espera um recuo de 14%. "Índia e China também sinalizam retração", avalia Moura.

Ontem, a companhia divulgou que teve no segundo trimestre do ano um prejuízo líquido de R$ 45,273 milhões, ante um lucro de R$ 42 milhões registrado em igual trimestre do ciclo passado. No acumulado dos seis meses do ano, a empresa registrou resultado líquido negativo de R$ 12,113 milhões.

Segundo Moura, os resultados do 1º e do 2º trimestres foram fracos por causa da exigência de se contabilizar o ativo biológico (planta) com preços da colheita e não ao preço de venda. "Mas os próximos dois trimestres serão bons", prevê. A empresa também padeceu de recuo de produtividade de 4,7% no algodão e de 5% na soja. "Somente a estiagem da Bahia derrubou em 29% a produtividade da nossa soja", lamenta.

Considerando todas as culturas, a SLC prevê plantar em 2012/13 280 mil hectares, 12,9% acima de 2011/12. O algodão deve ocupar área próxima de 75 mil hectares, 20 mil a menos que em 2011/12.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2783764/valor-de-hedge-de-algodao-para-2013-da-slc-agricola-cai-8#ixzz239E3LLLC

Fonte: Valor | Por Fabiana Batista | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *