Vale busca vender ativos da área de adubos em Cubatão

Depois do anúncio, em dezembro, da venda da divisão de fertilizantes para a americana Mosaic, por cerca de US$ 2,5 bilhões, a Vale está retomando o processo para se desfazer de seus ativos no segmento localizados em Cubatão (SP), que ficaram de fora dessa transação. No município paulista a empresa produz sobretudo fertilizantes nitrogenados, em uma operação avaliada pelo mercado em US$ 700 milhões.

Segundo fontes do segmento, o incêndio ocorrido na unidade de Cubatão no começo de janeiro pode depreciar os ativos, mas a estratégia para o negócio não muda. Inicialmente, parecia certo que a norueguesa Yara ficaria com os ativos de Cubatão, mas as discussões não foram adiante. Em nota, a Vale Fertilizantes confirmou que continua em negociação para a venda.

Os ativos de Cubatão registraram lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de US$ 108 milhões em 2015. A Vale já tinha anunciado, quando da venda dos ativos para a Mosaic, que esperava "explorar" a venda dos ativos de Cubatão em 2017. Embora a mineradora tenha colocado os fertilizantes como uma área prioritária na gestão do atual presidente, Murilo Ferreira, a empresa não tinha grandes reservas. Por essa razão, decidiu se associar a uma empresa de porte internacional como a Mosaic, produtora de potássio e fosfatados

.Por Francisco Góes | Do Rio

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *