Vacinação é prorrogada

A primeira etapa de vacinação contra febre aftosa no Estado, com término programado para dia 31, foi alongada até 8 de junho. A decisão do Ministério da Agricultura (Mapa) atende a pleito da Secretaria da Agricultura. Um problema envolvendo o fornecimento das vacinas a serem doadas atrasou a entrega das doses, encerrada na quarta-feira. O Mapa acatou o pedido porque o impasse poderia prejudicar os produtores e comprometer os índices de cobertura. Mas a doação de vacinas pelo serviço veterinário oficial é desaconselhada. Para o superintendente do Mapa, Francisco Signor, os constantes pedidos de prorrogação indicam problema de gestão. "Emitimos parecer que desaconselha a distribua das vacinas gratuitamente, já que a secretaria não consegue organizar o processo." O Secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, explica que o Estado agiu justamente para proteger o erário público e que o problema foi causado pelo fornecedor que venceu a licitação.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *