UM OLHO NA PLANTAÇÃO

Conhecidos pelo uso militar, os drones podem ajudar agricultores a identificar falhas na lavoura, em áreas onde o olho humano não alcança. Um modelo compacto e de baixo custo, desenvolvido pela Embrapa Instrumentação, foi uma das atrações do primeiro dia da Agrishow. Com alcance de até 500 metros de altura, ele pode custar cerca de R$ 5 mil – os modelos mais sofisticados chegam a R$ 150 mil. Equipados com câmeras e transmissores, os drones captam imagens e as projetam em um monitor. ‘Funciona como uma escada: ele vai ser o olho do agricultor naquela área’, explica o pesquisador Lúcio André de Castro Jorge. Os estudos sobre a tecnologia começaram em 1998, e os investimentos chegam a R$ 5 milhões. Para que o seu uso seja difundido, o aparelho depende de regulamentação da Anac, prevista para este ano. ‘Tão logo ocorra, vai virar uma grande coqueluche’, prevê. Hoje, segundo ele, pelo menos 300 agricultores utilizam o equipamento no Brasil. A utilidade vai desde identificar falhas de plantio até reconhecer doenças e deficiências nutricionais. Segundo o pesquisador, a tecnologia pode ser aplicada em qualquer tipo de cultura, de eucaliptos a gramíneas.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *