Ucrânia decide suspender carne suína do Brasil

A Ucrânia suspendeu a importação de carne suína de frigoríficos brasileiros alegando ter encontrado a bactéria listeria em um carregamento de produto nacional. Empresas privadas nacionais já avisaram o Ministério da Agricultura que o governo ucraniano não está autorizando licenças de importação devido ao problema.

A embaixada do Brasil na Ucrânia já encaminhou um ofício ao governo ucraniano pedindo mais detalhes, segundo o Ministério da Agricultura. Ainda não se sabe qual a empresa responsável pela carga.

Fontes da área da Defesa Animal dizem que o embargo da Ucrânia seria resultado da pressão da Rússia. Segundo as fontes, após o início do embargo russo à carne suína nacional, as vendas brasileiras para a Ucrânia cresceram de forma expressiva. Por isso os russos estariam pressionando para inviabilizar a entrada de carne brasileira em seu território via Ucrânia.

No primeiro bimestre deste ano, as exportações brasileiras para a Ucrânia cresceram 18% sobre igual intervalo de 2012, para 15.395 toneladas, segundo a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). As exportações totais de carne suína do país no bimestre subiram 6,52% na mesma comparação, para 80.897 toneladas.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/3055904/ucrania-decide-suspender-carne-suina-do-brasil#ixzz2OH72XJbf

Fonte: Valor | Por Tarso Veloso e Alda do Amaral Rocha | De Brasília e São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *