Troca de experiências na Biofach traz ganhos para a agricultura familiar brasileira

Secretário da Sead em reunião com ministro da Alimentação da Baviera

Com uma agricultura familiar muito parecida com a do Brasil, o estado da Baviera está mostrando grandes experiências que servirão para aprimorar as iniciativas da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead). Durante a Biofach, o secretário especial, José Ricardo Roseno, tem feito visitas e reuniões em diversas instituições de interesse da agricultura familiar, em busca de mais conhecimento que possa ser aplicado em favor dos agricultores rurais brasileiros.

Em Munique, capital da Baviera, o secretário se encontrou com o ministro da Alimentação, Agricultura e Silvicultura da Baviera (Alemanha), Helmut Brunner. Na instituição, a comitiva da Sead conversou sobre o mercado de orgânicos do país. A Baviera adotou uma política de promoção de produtos da agricultura familiar orgânica e o resultado é crescimento do mercado de orgânicos em toda a Alemanha.

Assim como a Sead, o governo da Baviera também tem se dedicado a regularização fundiária e aos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Na visita, a comitiva da Sead teve a oportunidade de conhecer o sistema de assistência técnica a agricultores familiares adotado no país, que conta com parcerias com empresas, organizações e associações.

Outro assunto abordado nas reuniões e de interesse da Sead é o desenvolvimento rural. O secretário visitou o departamento responsável por essa temática no ministério. “Eles desenvolvem toda uma ação de reordenamento agrário, apoiando as comunidades, trabalhando para baixar o custo da produção, aumentar a capacidade de produção dos agricultores. São objetivos muito semelhantes aos nossos e essa troca de informações pode ajudar a aprimorar as nossas políticas”, afirma Roseno.

Tecnologia também foi objeto de discussão na Alemanha. A comitiva da Sead visitou o Centro Espacial de Cadastro e Digitalização na Baviera. A Alemanha possui um sistema único que registra as propriedades rurais de todo o país. Ele integra o sistema fundiário com a infraestrutura e questões fiscais.

Para o secretário Roseno, esse tipo de troca é de extrema importância para aprimorar o que já vem sendo feito no Brasil e pensar em novas ações. “Esse intercâmbio é uma ótima oportunidade para a gente ver o que tem dado certo aqui e o que pode dar certo no Brasil. A agricultura familiar da Baviera tem características muito parecidas com a nossa. Ver esses sistemas e essas políticas na prática nos ajuda a melhorar o que estamos fazendo no nosso país. É mais conhecimento para ser aplicado diretamente no fortalecimento da agricultura familiar brasileira”, ressalta.

As visitas foram realizadas em parceria com a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ). O principal objetivo é conhecer a experiência em ações de desenvolvimento rural, como cadastro e controle fundiário, ações de assistência técnica e extensão rural, apoio à comercialização, entre outros. A Sead ainda discute um acordo de cooperação internacional com o governo alemão para fortalecer o intercâmbio de boas práticas para a agricultura familiar.

Acompanhe as notícias sobre a participação o Brasil na Biofach aqui

José Ricardo Roseno enfatiza a troca de experiências realizadas durante a Biofach:

Juliana Andrade
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação

Comitiva Sead

Fonte : MDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *