TRIGO – Plantio de trigo chega a 75% da área no Rio Grande do Sul

Chuva atrapalha trabalhos em algumas regiões, de acordo com a Empresas de Assistência Técnica do Estado

O plantio de trigo no Rio Grande do Sul atingiu nesta semana 75% das áreas estimadas para a safra 2021, avanço de 13 pontos percentuais em relação à semana anterior e em linha com a média histórica para o período, informou a Emater-RS nesta quinta-feira.

A semeadura apresenta, por outro lado, um atraso na comparação com mesmo momento da safra anterior, quando atingia 80%. Todas as áreas, acrescentou a Emater-RS, ainda estão em germinação/desenvolvimento vegetativo.

trigo-campo-cultura-de-inverno-cereal (Foto: Rafale Tovar/CCommons)

trigo-campo-cultura-de-inverno-cereal (Foto: Rafale Tovar/CCommons)

"Lavouras implantadas estão em emergência e desenvolvimento vegetativo inicial, com bom estande de plantas e boa sanidade", disseram em informativo conjuntural os técnicos da entidade ligada ao governo gaúcho.

A Emater-RS espera que a safra de trigo do Estado, segundo maior produtor do cereal no país, cresça 37,8% nesta temporada, para 2,89 milhões de toneladas, impulsionada por um avanço de 13,29% na área de plantio em meio a preços atrativos.

Ao longo da última semana, diversas regiões do Estado enfrentaram condições climáticas desfavoráveis, o que retardou parte dos trabalhos. Em Ijuí, por exemplo, o solo apresentou umidade acima do ideal, e o plantio só pôde prosseguir em algumas pequenas áreas.

A regional de Santa Rosa, disse a Emater-RS, verificou volume significativo de chuvas, o que também afetou a semeadura na área, e Frederico Westphalen foi outra região em que o plantio acabou prejudicado pelas precipitações.

Para a nova semana, a Emater-RS prevê dias frios e secos no Rio Grande do Sul, inclusive com formação de geadas nesta quinta e também na sexta-feira.

"No sábado e domingo, o tempo seguirá firme, com formação de nevoeiros ao amanhecer e elevação das temperaturas durante o dia. Entre a segunda e quarta-feira, a presença do ar seco favorecerá a ocorrência de grande amplitude térmica", acrescentou o órgão.

REUTERS

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *