Trading Olam adia aquisição de unidade em Minas Gerais

A trading Olam International, de Cingapura, adiou por 90 dias a compra da Usina Passos, localizada no município mineiro de mesmo nome. A aquisição foi anunciada em 29 de maio e, por se tratar de um negócio de pequeno porte, esperava-se que já estivesse concluído. No entanto, segundo apurou oValor, pendências ambientais e tributárias emperram o negócio.

Em comunicado enviado em maio à bolsa de Cingapura, onde tem ações negociadas, a Olam informou que pagaria US$ 126,8 milhões pela Usina Passos e desembolsaria outros US$ 115,5 milhões em cinco anos para elevar sua capacidade de moagem. Com isso, faria sua estreia em produção de açúcar no país. No Brasil, a empresa até agora atua como trading de commodities.

De acordo com fontes do segmento, a expectativa é que a compra seja concluída apenas em novembro. Até lá, os sócios da Usina Passos terão de resolver as pendências ambientais e tributárias.

Diante disso, o mercado não descarta a possibilidade de desistência da Olam. "Qualquer operação não concluída tem seus riscos de não ser finalizada", constata uma fonte. Segundo apurou a reportagem, as instituições que assessoram a Usina Passos estariam prontas para endereçar o ativo para outros compradores, caso haja mesmo a desistência. Procurados, representantes da Olam no Brasil e da Usina Passos não retornaram.

Segundo informou a agência Dow Jones Newswires, a Olam registrou um lucro líquido global de US$ 91,8 milhões no trimestre encerrado em 30 de junho, ante US$ 142 milhões no mesmo período do ano passado. Já o faturamento cresceu 12,7%, para US$ 5,15 bilhões, na mesma comparação. (FB)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2807710/trading-olam-adia-aquisicao-de-unidade-em-minas-gerais#ixzz24wGGms2G

Fonte: Valor | Por De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *