Trabalho e previdência – Presidente da CNA defende consenso entre produtores e empregados para aprimorar legislação trabalhista

Brasília (19/11/2015) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, defendeu hoje uma parceria entre as entidades do setor produtivo e de trabalhadores para a busca de soluções que possam aprimorar a legislação trabalhista no meio rural, beneficiando empregadores e empregados. Ele fez a abertura, nesta quinta-feira (19/11), do II Workshop de Legislação Trabalhista, na sede da entidade, em Brasília, para discutir os principais gargalos trabalhistas ao desenvolvimento da agropecuária.

Ao falar para representantes de federações de agricultura e pecuária, entidades do meio rural e associações, Martins lembrou que os problemas enfrentados pelo setor com a complexidade da legislação trabalhista “se arrastam há muitos anos”, dificultando a contratação de empregados e onerando os produtores rurais. No entanto, ressaltou que a busca por soluções não passa exclusivamente por novas leis ou decretos, mas está também na mudança de postura tanto dos empregadores quanto dos trabalhadores.

“Ninguém pode buscar uma solução sozinho. Mas se tivermos união e se cada um puder trazer sua contribuição para a busca de alternativas, com certeza nós vamos ter resultados positivos”, disse o presidente da CNA. Na sua avaliação, o debate em torno de propostas para aperfeiçoar a legislação vigente deve ser feito com muita “reflexão e racionalidade”, baseado no consenso de todos que estão envolvidos nas discussões. O workshop, que está na segunda edição, acontece o durante todo o dia e aborda os principais temas relacionados às relações trabalhistas.
Assessoria de Comunicação CNA

Fonte : Canal do Produtor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *