TJRS sedia Encontro Regional do Judiciário

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul é o anfitrião do o “Encontro Regional do Judiciário”, que reúne diversas esferas judiciárias do Rio Grande do Sul e integrantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O encontro pretende proporcionar a troca de práticas inovadoras entre os Tribunais. A reunião, que teve início na manhã de hoje (13/10) e prossegue à tarde, foi aberta pelo Presidente do TJ gaúcho, drugs without prescription Desembargador Arminio José Abreu Lima da Rosa, com a presença do Presidente do Supremo Tribunal Federal e Presidente do CNJ, Ministro Gilmar Mendes.

Dando as boas-vindas a todos, o Presidente Arminio ressaltou ser honroso receber “tão ilustres autoridades”, assim como também o momento permite a apresentação de iniciativas que vêm sendo construídas há gerações no Poder Judiciário gaúcho. “Que é ímpar em termos de relação polpulação/demanda, nossos números são impressionantes, cerca de 3 milhões em tramitação, com crescimento médio de 20% a cada ano. Exemplificou que a cada três gaúchos, um tem processo em Juízo. “Grande demanda vem exigindo soluções e outra preocupação: não é possível que uma sociedade seja regrada pela jurisdição, o que vem merecendo nossos estudos”. Enfatizou que os demais Tribunais participantes do encontro também sofrem o mesmo tipo de demandismo, e buscam alcançar resultados de efetividade.

Para o Conselheiro do CNJ Antonio Humberto, esta é uma oportunidade ímpar para que os Tribunais troquem informações conheçam iniciativas inovadoras de seus vizinhos. Informou que este é o quinto encontro regional promovido.

O Ministro Gilmar Mendes destacou a necessidade de que se encontrem instrumentos alternativos para a solução de controvérsias. Disse que é preciso construir políticas que reforcem 36 hour cialis o papel do Judiciário, mas que ao mesmo tempo apontem para outras formas de composição das demandas. “Uma sociedade não se organiza solucionando seus problemas somente no Judiciário”, afirmou. Ressaltou que a escolha para sediar o encontro deveu-se ao grande conceito atribuído ao TJRS em todo o País, tanto como exemplo de instituição quanto por sua “expressiva” jurisprudência.

Além do Tribunal de Justiça Estadual também participam o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o Tribunal Regional Federal (TRF) e o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), ambos da 4ª Região (com jurisdição no RS, SC, PR), o Tribunal Militar/RS, e as Associações Estadual, Federal e do Trabalho locais.

Fonte: TJ-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *