Temporais generalizados avançam em boa parte do Brasil

A formação de uma área de baixa pressão na costa da região Sul vai canalizar boa parte da umidade proveniente da floresta Amazônica e formar um corredor de umidade e chuva forte

Temporal

Pryscilla Paiva, editora de Tempo do Canal Rural

Há previsão de temporais generalizados nas próximas 24 horas nos três estados do Sul, em São Paulo e em Mato Grosso do Sul. Para grande parte dos produtores, a umidade é bem-vinda, menos para os gaúchos. A trégua da chuva forte foi breve no Rio Grande do Sul e não deu tempo suficiente para o solo secar, fazendo com que muito do trigo que está sendo retirado das lavouras fique com a qualidade prejudicada pelo excesso de umidade. Existem áreas do sul do Rio grande do Sul onde já choveu praticamente toda a média prevista para novembro em apenas 13 dias. E vem mais água pela frente.
A formação de uma área de baixa pressão na costa da região Sul vai canalizar boa parte da umidade proveniente da floresta Amazônica e formar um corredor de umidade e chuva forte. São esperados mais de 30 milímetros em diversos pontos do sul do Brasil. “Os modelos de previsão indicam inclusive que ele pode dar origem a um fenômeno conhecido como ciclone extratropical, quando a baixa pressão fica mais intensa e provoca chuva forte com ventos que devem passar de 100km/h entre áreas do Sul e parte do Sudeste”, explica Desirée Brandt, meteorologista da Somar Além disso, há previsão de muitas descargas elétricas e risco de granizo no Sul. O mar fica bastante agitado. 
Em Mato Grosso do Sul, a previsão de chuva forte fica mais concentrada no norte do estado. No Sudeste, há risco de temporais na faixa norte de São Paulo e metade sul de Minas Gerais, além de todo o Rio de Janeiro. “Aliás nestas áreas pode chover mais de 40 milímetros em diversos pontos, não se descarta o risco para transtornos como alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra.

Redação – Canal Rural

Fonte : Canal Rural