Tempo seco prejudica o avanço do plantio da soja em Mato Grosso

Menos de 1% da área prevista para a soja já foi semeada

Jean Pimentel, especial

Foto: Jean Pimentel, especial

Expectativa é atingir 8,270 mil de hectares com a oleaginosa

Em setembro, as chuvas fracas e esparsas não deram segurança necessária para o início no plantio de soja em Mato Grosso. Em todo o Estado, menos de 1% da área prevista para a soja já foi semeada. Nesta safra a expectativa é atingir 8,270 mil de hectares com a oleaginosa.
>>Plantio da safra de soja 2013/2014 é aberto oficialmente em Mato Grosso
O produtor Amarildo Cristófolli vai cultivar 15 mil hectares em Diamantino. Na região, choveu 90 mm. A plantação é feita com pressa, até mesmo no turno da madrugada, para que a semente se desenvolva com bom nível de umidade no solo. A intenção do produtor é plantar mil hectares por dia.

A Somar Meteorologia prevê uma media de 60 milímetros de chuva no Estado para os próximos dias. O vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja), Ricardo Tomczyc, avalia que é cedo para falar em atraso no plantio. Ele afirma que melhor do que arriscar, bom mesmo é esperar pela regularidade das chuvas.
O técnico agrícola Silvano Ribeiro, atua em uma fazenda de 1700 hectares, onde crotalária vai dar lugar a soja. Ribeiro conta que teve de fazer aplicações com dissecantes na massa verde, porque a presença de lagartas foi assustadora. Ele destaca que as pragas praticamente acabaram com a plantação existente.

Em 2013, a técnica de dissecar os talhões antes do plantio tem sido rotineira nas regiões produtoras do Estado, principalmente, onde a Helicoverpa Armígera já foi detectada.
>>Leia mais notícias sobre Soja

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *