Temor com nova regra americana

Roberto Stuckert Filho/PR / Roberto Stuckert Filho/PR
A presidente Dilma em Ribeirão Preto: "Brasil precisa de uma nova logística"

A presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Elizabeth Farina, pediu ontem à presidente Dilma a inclusão do etanol na pauta do encontro que ela terá com seu colega americano, Barack Obama, em outubro. Segundo Elizabeth, uma proposta em estudo pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) de segregar e identificar por usina cada litro do biocombustível importado ameaça o produto brasileiro. Conforme Elizabeth, a proposta "elevaria os custos de logística" e afetaria embarques do etanol produzido pelo Brasil, considerado avançado em termos ambientais.

Dilma e Elizabeth estiveram ontem em Ribeirão Preto (SP) para a inauguração do primeiro trecho do etanolduto da Logum – empresa que tem entre seus sócios Petrobras, Copersucar, Raízen, Odebrecht, Camargo Correa e Uniduto -, que visa implantar um sistema para escoar etanol que ligará 45 municípios dos Estados de Goiás, Minas, Mato Grosso do Sul e São Paulo. O projeto está orçado em R$ 7 bilhões. Quando concluído, terá 1,3 mil quilômetros.

Questionada sobre a volta da cobrança da Cide sobre a gasolina, medida que traria mais competitividade ao etanol, Elizabeth afirmou que apoia o pleito, mas que sua execução é improvável.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3230708/temor-com-nova-regra-americana#ixzz2bqtiMr5F

Fonte: Valor | Por Luiz Henrique Mendes | De Ribeirão Preto (SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *