TECNOLOGIA | Mar de soja e monocultura

Plantar, colher e plantar. A regra de cobertura permanente do solo, associada à rotação de culturas, é uma das principais aliadas das lavouras com alta produtividade. A estratégia é usada para produção de palha e raízes, que reforçam os nutrientes e a estrutura do solo, mas não é o que se vê no Estado.
– Temos um mar de soja, com pouca rotação de culturas que produzem palhada. Em Mato Grosso, a safrinha de milho, posterior à soja, é mais forte do que a própria safra de verão – compara Mércio Luiz Strieder, pesquisador da Embrapa Trigo.
Conforme Strieder, a baixa produtividade gaúcha pode ser explicada por uma série de fatores: a começar pela monocultura da soja – com redução constante em áreas como de milho e de arroz.
– Soja sobre soja durante anos gera uma degradação muito grande do solo. O produtor não pode pensar a curto prazo – afirma Strieder, acrescentando que as lavouras de verão deveriam ser cultivadas com um terço de milho.
Outro fator negativo é o uso de sementes não certificadas. Dados da Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Estado (Apassul) dão conta de que 50% das sementes de soja plantas no Estado não têm procedência atestada. Produtor em Passo Fundo, no Planalto Médio, João Kurtz Amantino, 70 anos, reduziu a área de milho em 50 hectares nesta safra para expandir a soja.
– Fomos muito mal no milho no ano passado. Sei que isso prejudica a rotação, mas temos de buscar formas para reduzir riscos de perdas – justifica Amantino, que separa parte da produção para usar como semente no ano seguinte.
Nos 340 hectares de soja colhidos nesta safra, o agricultor alcançou 3 mil quilos por hectare. Há dois anos, chegou a 3,6 mil quilos por hectare, com a mesma fórmula utilizada.
– Neste ano, tivemos chuva regionalizada, com poucas precipitações em fevereiro – destaca o produtor, acrescentando que está aumentando a área de integração de lavoura, pecuária e floresta para incrementar a produtividade.

Multimídia

          Fonte: Zero Hora

          Compartilhe!