TAC reforça educação no campo

 Objetivo é ampliar atendimento a alunos de 4 a 17 anos<br /><b>Crédito: </b>  DEOLI GRAFF / cp memória

Objetivo é ampliar atendimento a alunos de 4 a 17 anos
Crédito: DEOLI GRAFF / cp memória

Depois do projeto de incentivo ao ensino no campo lançado no mês passado pela União, o governo do Estado e o Ministério Público do RS assinam hoje Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para garantir educação básica a crianças e adolescentes dos 4 aos 17 anos na zona rural e urbana. O documento prevê o atendimento obrigatório e gratuito a todas as crianças e adolescentes nesta faixa etária, mesmo às que não tiveram acesso à escola na idade apropriada. A implementação deve se efetivar de forma progressiva até 2016 de acordo com o Plano Nacional de Educação com apoio técnico e financeiro da União.
De acordo com o secretário da Educação, Jose Azevedo, o compromisso atende ao que preconizam a Constituição, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei de Diretrizes e Bases, que dispõe sobre a política da educação do campo. Conforme o TAC, os componentes curriculares serão organizados por áreas de conhecimento, disciplinas, eixos temáticos, garantindo as adequações necessárias dos conteúdos curriculares da formação básica e das metodologias. Caberá à secretaria garantir professores e recursos didáticos, tecnológicos, culturais e literários.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.