SUSAF PODE GANHAR VELOCIDADE EM 2014

Com apenas uma adesão ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-RS), de São José do Sul, no Vale do Caí, a Secretaria da Agricultura (Seapa) espera chegar ao fim do primeiro semestre com 50 municípios integrados. De acordo com o secretário-adjunto da Agricultura, Cláudio Fioreze, pelo menos 25 enviaram documentação, que está sob análise. Fioreze assinala que o convênio firmado com o Ministério da Agricultura, em dezembro, prevê R$ 3,5 milhões para a implementação. Além de capacitação, a verba será destinada à aquisição de kits – carro, computador e equipamento – para as prefeituras ou consórcios de municípios

Além de possuir o Sistema de Inspeção Municipal (SIM), são três as etapas a cumprir: auditoria documental, auditoria local e vistoria da Seapa à agroindústria indicada, que serve de referência para a liberação do serviço. O programa é importante porque permite à agroindústria comercializar produtos de origem animal, como carne, queijos, ovos, mel e doces, em todos os municípios. Outra iniciativa, o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi), do Ministério da Agricultura, dá o aval para a venda no país.

Para o autor da Lei do Susaf, o deputado Edegar Pretto a implementação do sistema deve ser uma prioridade – tanto das prefeituras quanto do governo do Estado. O parlamentar se disse otimista quanto ao avanço nos próximos meses, já que a Seapa está reforçando as equipes para analisar os documentos e fazer vistorias. ‘Vivo uma angústia permanente, pois nosso gabinete recebe as demandas da agroindústria’, afirma. Em sua avaliação, o Susaf permitirá ao pequeno agricultor plantar, colher, criar e industrializar sua produção, e ao consumidor, comprar produtos com procedência e de qualidade.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *