Super Safra -Safra de verão – Colheita do milho é aberta no RS em meio à baixa de preço

No auge da safra no Rio Grande do Sul, a saca paga ao produtor está abaixo dos R$ 30 – bem distante do valor de meses atrás

Colheita do milho é aberta no RS em meio à baixa de preço Luiz Chaves/Palácio Piratini/Divulgação

Cerimônia simbólica foi realizada no sábado na propriedade de Valdinei Donato, em São Nicolau, nas MissõesFoto: Luiz Chaves / Palácio Piratini/Divulgação

Na tradicional abertura da colheita do milho, realizada no sábado em São Nicolau, nas Missões, um assunto roubou a cena: a instabilidade do preço do cereal. No auge da safra no Rio Grande do Sul, a saca paga ao produtor está abaixo dos R$ 30 – bem distante dos mais de R$ 40 registrados quando a cultura foi semeada, em agosto do ano passado.

– A baixa de preço desestimula o produtor. Voltamos ao velho efeito gangorra, precisamos nos livrar disso – reivindicou Cláudio de Jesus, presidente da Associação dos Produtores de Milho do Rio Grande do Sul (Apromilho).

Para conter a instabilidade, uma das sugestões é criar mecanismos públicos de comercialização do produto.

– Uma linha de crédito específica para esse fim poderia amenizar esses efeitos do mercado – disse Paulo Pires, presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (Fecoagro).

A busca por uma linha de crédito voltada à agroindústria já está sendo discutida em Brasília, garantiu o secretário da Agricultura, Ernani Polo.

– Com recursos, agroindústrias poderão segurar o milho no Estado e evitar de ter de ir buscar o grão fora depois – explicou Polo.

Na lavoura onde a colheita foi aberta oficialmente, na propriedade de Valdinei Donato, a produtividade passa de 200 sacas por hectare. Todos os 700 hectares cultivados são irrigados.

O governador José Ivo Sartori participou da cerimônia, que contou também com demais autoridades estaduais e representantes do setor.

Por: Joana Colussi

Fonte : Zero Hora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.