SOJANOTÍCIAS – MERCADO – Preço da soja cai puxado pela perspectiva de divulgação do relatório do USDA

Fonte:Luiz Henrique Magnante/Embrapa

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos irá divulgar nesta terça, dia 12, o tamanho da safra americana de soja e esta perspectiva afastou os investidores, baixando as cotações no mercado físico e na Bolsa de Chicago

O mercado brasileiro de soja apresentou poucos negócios nesta segunda, com os agentes retraídos e aguardando o relatório do Departamento de Agricultura do Estados Unidos (USDA). Os preços caíram tanto no mercado físico como também na Bolsa de Chicago.
Os agentes de mercado aguardam o relatório de setembro sobre a produção de soja no mundo que será divulgado amanhã, às 13h, pelo USDA. A expectativa é que os americanos irão reduzir a sua estimativa para a safra 2017/2018 e cortar também a previsão para os estoques.
Com isso, boa parte dos preços consultados fecharam o dia com queda de R$ 0,50 por saca, incluindo os portos. Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) operaram perto da estabilidade, oscilando entre os territórios positivo e negativo. O dia foi de muita volatilidade.

Soja no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)

  • Passo Fundo (RS): 65,50

  • Missões (RS): 64,50

  • Cascavel (PR): 64,50

  • Rondonópolis (MT): 59,50

  • Dourados (MS): 59,00

  • Rio Verde (GO): 59,50

  • Porto de Paranaguá (PR): 70,00

  • Porto de Rio Grande (RS): 69,50

  • Porto de Santos (SP): 70,00

  • Porto de São Francisco do Sul (SC): 70,00

Soja na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)

  • Novembro/2017: 9,60 (-0,75 cents)

  • Janeiro/2018: 9,72 (-0,75 cents)

  • Milho

    A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho registrou preços levemente mais altos. Em sessão marcada por volatilidade, o mercado chegou a operar em queda, avaliando o fraco desempenho das inspeções de exportação norte-americanas de milho.
    Os investidores também aguardam o relatório de setembro de oferta e demanda de milho, que será divulgado amanhã, às 13h, pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. A expectativa é de ampla oferta.
    Os contratos de milho com entrega em dezembro eram cotados a US$ 3,57 1/2, alta de 0,75 centavo de dólar, ou +0,21%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2018 era cotada a US$ 3,69 3/4 por bushel, ganho de 0,75 centavo, ou +0,2%.

    Milho no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)

    • Rio Grande do Sul: 29,00

    • Paraná: 25,00

    • Campinas (SP): 29,50

    • Mato Grosso: 18,00

    • Porto de Santos (SP): 29,50

    • Porto de Paranaguá (PR): 28,50

    • Porto de Imbituba (SC): 28,50

    Milho na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)

    • Dezembro/2017: 3,57 (+0,75 cents)

    • Março/2018: 3,69 (+0,75 cents)

    Café

    A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações da segunda-feira com preços mais altos. As cotações subiram diante de fatores técnicos, em uma sessão em que o mercado passou boa parte do tempo buscando melhor direcionamento. O dólar fraco frente ao real e a valorização do petróleo puxaram para cima as cotações do arábica.
    Os contratos com entrega em dezembro/2017 fecharam o dia a 131,85 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 1,20 centavo, ou de 0,9%. A posição março/2018 fechou a 135,35 cents, com valorização de 1,20 centavo, ou de 0,9%.
    Já a Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres para o café robusta encerrou as operações desta segunda-feira com preços mais baixos. Segundo traders, as cotações recuaram no dia diante de um movimento técnico.
    No dia, os contratos com entrega em novembro fecharam a US$ 1.951 por tonelada, com baixa de US$ 9 a tonelada, ou de 0,4%. Para janeiro/18, Londres fechou a US$ 1.936 a tonelada, com queda de US$ 8, ou de 0,4%.

    Café no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)

    • Arábica/bebida boa – Sul de MG: 345-355

    • Arábica/bebida boa – Cerrado de MG: 450-460

    • Arábica/rio tipo 7 – Zona da Mata de MG: 410-415

    • Conilon/tipo 7 – Vitória (ES): 395-400

    Café arábica em Nova York (centavos por libra-peso)

    • Dezembro/2017: 130,65 (+1,50 cent)

    • Março/2018: 134,15 (+1,50 cent)

    Dólar e Bovespa

    O dólar comercial fechou as negociações em alta de 0,32%, cotado a R$ 3,103 para compra e a R$ 3,105 para venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,080 e a máxima de R$ 3,106.
    O Ibovespa encerrou com alta de1,75%, aos 74319,22 pontos. O volume negociado foi de R$ 9,576 bilhões.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *