Soja impulsiona vendas na Feovelha

Com mais ovinos negociados e alta de preço em relação a 2012, feira cresceu

Com faturamento parcial de R$ 1,51 milhão, a 29 Feovelha terminou ontem, no Parque Charrua, em

Pinheiro Machado. O crescimento é de 31% em relação ao faturamento da edição passada. Nos cinco

remates ocorridos ao longo dos quatro dias, foram comercializados 5.786 ovinos de 17 raças. Preços

mais altos e maior número de animais do que em 2012 garantiram o resultado. Os números finais saem

hoje, mas não devem provocar alteração expressiva.

A venda massiva de ventres para reprodução e de machos para recria e abate confirmam o movimento

de retomada da ovinocultura no Rio Grande do Sul, afirmam os organizadores. De acordo com Max

Soares, tesoureiro do Sindicato Rural de Pinheiro Machado, o dinheiro da soja colaborou na impulsão

dos negócios. ‘Notamos claramente um reinvestimento no setor ovino e muitos eram produtores de soja

interessados na atividade como alternativa à bovinocultura de corte.’

No principal leilão da exposição, o Rematão, foram vendidos 5.484 animais, perfazendo o total de R$

1,03 milhão. Com 1.615 animais a mais do que em 2012, A movimentação financeira representa um

incremento de 41,51%. Em 2012, o leilão vendeu 3.869 exemplares pela média de R$ 188,45. Para a

presidente do sindicato rural Jaqueline Maciel, o resultado fortalece a credibilidade da Feovelha junto a

criadores e compradores.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.