Soja e milho ‘empatam’ nos EUA

Os produtores americanos deverão dedicar o mesmo espaço para o plantio de soja e milho na próxima safra (2018/19), contrariando uma tradição de deixar mais área para o cereal. Foi o que afirmou ontem o economista chefe do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), Robert Johansson, durante evento no Estado de Virgínia. Segundo ele, pesquisa de intenção de plantio sinalizou que tanto a soja quanto o milho se espalharão por 36,4 milhões de hectares.

"O fortalecimento da demanda externa pela soja explica essa opção", disse ele. Se comparadas às estimativas de área da safra atual, a área prevista para a soja é 0,11% menor e a do milho recua 0,22%. Trigo e algodão, em contrapartida, deverão ocupar área maiores.

As intenções de plantio dos americanos também refletem o comportamento dos preços. E, no momento, a soja está mais atraente, sobretudo por causa dos problemas climáticos que prejudicam a produção argentina neste ciclo 2017/18. Segundo divulgou ontem a Bolsa de Rosário, a colheita da oleaginosa deverá alcançar 46,5 milhões de toneladas no país, quase 5 milhões de toneladas a menos que o projetado em janeiro.

Por Fernanda Pressinott | De São Paulo

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *