Soja cai ainda mais no primeiro pregão da semana em Chicago

 

Cotações chegaram a cair até 31 pontos na sessão desta segunda-feira.
Câmbio seguiu em alta, mas sem conseguir sustentar os preços internos.

Soja armazena em silos em Mato Grosso do Sul (Foto: Reprodução/TV Morena)Cotações chegaram a cair até 31 pontos nesta
segunda-feira (Foto: Reprodução/TV Morena)

Os preços da soja no mercado futuro da Bolsa de Chicago fecharam o pregão desta segunda-feira (27) em baixa acentuada, de dois dígitos, chegando a até 31 pontos no contrato de novembro, segundo o boletim Sojanews, da consultoria Agrinvestor Intelligence.

A consultoria apontou que o mercado seguiu pressionado pela melhora das condições climáticas para o desenvolvimento das lavouras americanas e também por preocupações com a demanda, estas reforçadas pelas incertezas com a economia chinesa depois da forte queda no mercado de ações em Xangai, que despencou em 8,5% no dia.

Após o pregão, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou seu levantamento semanal das condições das lavouras americanas e de certa forma surpreendeu ao revelar que apenas 62% delas seguem em boas condições e 11% continuam em condições ruins, mesmos índices de uma semana antes, ou seja, sem nenhuma melhora, informação que pode dar alguma sustentação a Chicago na abertura do pregão desta terça-feira.

No Brasil, o mercado de câmbio encerrou as negociações do dia em alta de 0,5%, com o dólar cotado a R$ 3,363 na média entre compra e venda, mas insuficiente para sustentar os preços internos, que fecharam em queda na maioria das praças de referência.

Fonte : Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *