SOJA AGRICULTURA NOTÍCIAS – COMMODITIES – Cotações da soja voltam a subir no mercado doméstico

Valorização do dólar e necessidade de completar cargas de navios favoreceram a alta

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Previsão de safra de soja cai para 97,6 milhões de toneladas, diz consultoria
Produtores celebram o final da safra de soja
Estimativa de safra de soja cai em 1,6 mi de toneladas, diz IBGE
Cooperativas gaúchas devem receber 45% da soja do estado
O preço da soja em grão voltou a subir no mercado interno na última semana. Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a valorização do dólar frente ao real, os maiores valores do óleo de soja e a necessidade de se completarem cargas de navios para exportação contribuíram para a alta nos preços do grão.

No acumulado parcial de abril, a média ponderada da soja no Paraná, refletida no Indicador Cepea/Esalq, subiu 2,11%, a R$ 71,22 a saca de 60 Kg na sexta, dia 8.

Além disso, o clima adverso em muitas regiões no período de semeio e colheita gera incertezas quanto à produção brasileira de soja. Na última semana, a Conab indicou que a produção do grão deve somar 98,9 milhões de toneladas na temporada 2015/2016, queda de 2,17% em relação à estimativa anterior. Os estoques finais também foram revisados, agora estimados em 1,12 milhão de toneladas em dezembro de 2016, expressiva queda de quase 21% em relação ao relatório de março. Esse reajuste negativo também influenciou as altas nos valores internos, uma vez que o mercado estava à espera de oferta maior.

Comercialização

A comercialização de soja e também do milho avançou pouco em Mato Grosso no mês de março, conforme o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). Até agora, a comercialização de soja avançou 5 pontos porcentuais ao longo do mês passado e agora alcança 70,9% da produção estimada. Em abril do ano passado, 68,5% da safra 2014/2015 estava vendida.

Com relação ao milho, os produtores do estado venderam 62,1% da safra 2015/2016, apenas 1,7 ponto porcentual acima do reportado há um mês. Apesar do avanço tímido, as vendas ainda estão adiantadas em relação ao observado no mesmo período da safra anterior, quando 48,6% da safra estava comprometida.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *