Sistema Famasul e Senar/MS representam agro no Ceca

 

A posse foi realizada nesta semana e é composta por membros de diversas instituições

Daniele coelho - reunião bioma pantanal (7)

Estabelecer diretrizes para políticas estaduais de meio ambiente. Este é o objetivo principal do Ceca – Conselho Estadual de Controle Ambiental, ligado à Semade – Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, cujo 20 representantes de diversos órgãos, entidades e segmentos tomaram posse para atuar no biênio 2016/18.

O Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS e o Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural participam do Conselho, com seis membros. Entre esses representantes, a Danielle Coelho, consultora da Unidade Técnica da Federação acredita que o maior ganho para o setor produtivo é a troca de experiência. “Podemos apresentar a sustentabilidade do setor”.

O Ceca é um órgão consultivo e deliberativo para o estabelecimento de diretrizes da Política Estadual de Meio Ambiente, observadas as competências estabelecidas em lei, será regido pelas disposições do decreto e de seu regimento interno.

“O primeiro ponto positivo da nossa participação no Ceca é a representatividade. Segundo, a interlocução e a proximidade com os demais conselheiros, que são formadores de opinião e a terceira vantagem é a transferência de conhecimento em relação ao campo e à realidade rural”, reforça Daniele.

A consultora técnica acrescenta, também, que o Ceca auxiliará a instituição a levar alternativas de sustentabilidade ao campo e as normativas apresentadas. Além da Danielle, participam do Conselho: Ruy Fachini Filho e Renata Paula Possari Mendonça, por parte da Famasul e Marcelo Bertoni, Ana Beatriz Paiva e Raul Alffonso Roa, representando o Senar/MS.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Sistema Famasul – Ana Brito

Fonte : Famasul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *