Sistema CNA/Senar promove rodada internacional de negócios no Congresso das Mulheres

São Paulo (08/10/2019) – O Sistema CNA/Senar promoveu na terça (8), durante o 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, em São Paulo, a Rodada Internacional de Negócios, um encontro entre exportadoras de alimentos e produtoras de cafés especiais e de frutas.

Segundo o assessor de Relações Internacionais da CNA, Thiago Masson, a iniciativa faz parte de um conjunto de ações da Confederação com foco na geração de novos canais de comercialização para pequenos e médios produtores.

“A rodada foi uma forma de valorizar o trabalho de mulheres que lideram as cadeias produtivas de fruticultura e cafeicultura. Apoiamos produtoras que fizeram a lição de casa dentro da porteira e que buscam suporte para se inserirem no mercado internacional”, disse.

A produtora Márcia Bichara, do Sítio Cafezal em Flor, participou do encontro e disse que foi uma chance de encontrar compradores para o seu produto, que é feito artesanalmente em Monte Alegre do Sul (SP).

“Eu já tenho mercado aqui no Brasil, mas sei que no exterior vou encontrar melhores compradores. Mesmo sendo pequena produtora, sei que tenho estrutura para aumentar a produção de cafés especiais e me adequar de acordo com a demanda”.

Para a representante da exportadora KBZ Brazil, Luana Frimm Kriegr, a rodada foi importante para conhecer a história por trás do café e o cuidado que as produtoras têm com o grão e a embalagem do produto.

“Acredito que muitas empresas já estão prontas para exportar e outras que só precisam se adequar às exigências dos importadores. Esse encontro tem um grande peso, porque facilita na hora de encontrar o produto ideal”.

De acordo com a assessora técnica de Relações Internacionais da CNA, Camila Tabet, a ideia é proporcionar um ambiente de negócios para as produtoras e para os representantes de trades que precisam desses produtos.

“Nós observamos que algumas empresas querem exatamente o tipo de produto que as produtoras ofereceram. Então fazer essa conexão entre oferta e demanda é fantástico e é para isso que estamos aqui”.

A sócia da Liser Comércio e Representação, Ana Cristina Lopes, disse que o mercado internacional está aberto para os produtos brasileiros, principalmente os diferenciados, de valor agregado e produzidos com responsabilidade social.

“É muito bom participar dessa iniciativa e poder conhecer esses projetos. Esse apoio aos pequenos produtores é fundamental. Conheci produtos com muito potencial de exportação e estou levando bastante portfólio. Espero fechar negócios”.

Patrícia Nogueira é produtora de Lichia em Minas Gerais e esse tipo de iniciativa ajuda o produto brasileiro a chegar mais rápido ao mercado externo. “A exportação passou a ser um sonho que esse ano vai se realizar. A CNA está sendo uma peça chave nos dando a oportunidade de conversar com pessoas interessadas em comprar um produto diferenciado”.

A representante da Aequitas Coffe, Isabel Vilela, afirmou que a iniciativa do Sistema CNA/Senar foi importante para conhecer as demandas dos países importadores. “O nosso intuito é ser a conexão entre os produtores e os compradores”.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: André Martins
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte : CNA