Sinal verde para planta de biodiesel da Bunge

A Bunge Alimentos S.A. obteve da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorização para iniciar as operações da fábrica de biodiesel que construiu em Nova Mutum, em Mato Grosso, onde também tem uma unidade processadora de soja.

A construção da fábrica foi autorizada pela agência em abril de 2011. Segundo informação fornecida pela empresa ao governo do Estado alguns meses antes, os investimentos previstos chegavam a R$ 60 milhões.

A nova planta é a primeira da multinacional destinada à produção de biodiesel no Brasil. Gigante do agronegócio e maior exportadora do setor no Brasil, a Bunge possui no país dezenas unidades industriais, dedicadas à industrialização de soja e trigo, produção de lecitinas, margarinas e maioneses, refino de óleo e produção de gorduras e processamento de cana-de-açúcar.

A comercialização do biodiesel a ser produzido em Nova Mutum ainda depende de outra autorização específica da ANP, diz ato publicado ontem no Diário Oficial da União (DOU). A capacidade de produção da fábrica é de 413,79 metros cúbicos por dia, ainda segundo informações da agência.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2870542/sinal-verde-para-planta-de-biodiesel-da-bunge#ixzz29efRPVdq

Fonte: Valor | Por Mônica Izaguirre | De Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *