Seminário realizado em Brasília (DF) debate sustentabilidade e conservação do solo

Evento ocorreu nesta terça, dia 16, e fez parte das comemorações do Dia Nacional de Conservação do Solo

Karla Lucena | Brasília (DF)

Áureo Lantmann/especial

Foto: Áureo Lantmann/especial

Produção com sustentabilidade e conservação do solo norteou o seminário realizado em Brasília

Para debater a conservação do solo no país, especialistas e governo participaram de um seminário nesta terça, dia 16, na sede da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília. O evento fez parte das comemorações do Dia Nacional de Conservação do Solo, celebrado nessa segunda, dia 15.

A produção com sustentabilidade e conservação do solo norteou o seminário. Dados do Ministério da Agricultura apresentados no encontro apontam que houve aumento nos últimos anos de área, produtividade e produção no Brasil. O que também gerou altos índices de degradação do solo, calculados em 10 toneladas por hectares ao ano.

– Hoje nós temos perdas de solos avaliados em US$ 121 milhões em valores de perdas por ano. Isso equivaleria a nós termos um programa gratuito de governo de 2 milhões de hectares para correção do solo. Um número muito grande.  É preciso se fazer uma reflexão referente a isso – disse Caio Rocha, secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo

Como alternativa para reverter as perdas, a CNA tem apostado no projeto Biomas. Desenvolvida há três anos em parceira com a Embrapa, a iniciativa leva soluções ao produtor para proteção e o uso sustentável dos recursos naturais, com destaque para o plantio de árvores.

– Grande parte da mata nativa, como a mata Amazônica, está preservada até hoje. A CNA quer, com esse projet,o recuperar e até criar uma consciência de que o produtor tem que entender que a terra é esgotável, se não for bem tratada ela é esgotável – falou João Martins Silva Junior, primeiro vice-presidente da CNA.

Nas próximas semanas, o Ministério da Agricultura vai assinar em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) um acordo de cooperação. O objetivo é implementar atividades conjuntas de assistência técnica, extensão rural e transferência de tecnologia.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *