Sem solução à vista para Vale no país

Ao ser questionado ontem sobre como estão as negociações de venda do projeto de potássio de Rio Colorado, na Argentina, o presidente da Vale, Murilo Ferreira, disse que não tem nenhum novo passo definido no momento. "Esse é um processo que vai demorar", afirmou ele.

Conforme o executivo, a companhia está avaliando o futuro de seu negócio de potássio após a suspensão do projeto. A mineradora não tinha um plano "B" para o segmento, de acordo com Ferreira. O grande projeto da Vale na área era mesmo o da Argentina, que foi suspenso.

"Agora, estamos iniciando o planejamento estratégico de 2013, que certamente será motivo de muito debate, e a questão do potássio será incluída". O executivo destacou que o planejamento estratégico é o documento mais importante da Vale e deve ser analisado pelo conselho de administração em novembro. Com base nas discussões da diretoria sobre o assunto, o plano será levado para a aprovação dos acionistas.

Sobre a busca de novas áreas para exploração de potássio, Murilo Ferreira respondeu que "a empresa só procura as coisas depois de definidas pelos acionistas". "Estamos discutindo as alternativas, as prioridades, porque o nosso plano ‘A’ era o da Argentina, que por diversas razões não foi possível. Agora, estamos trabalhando para construir um novo planejamento nessa área".

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3118218/sem-solucao-vista-para-vale-no-pais#ixzz2StP3UXMJ

Fonte: Valor | Por Vera Saavedra Durão | Do Rio

Compartilhe!