Sem pressa

A esperada abertura do capital da JBS nos Estados Unidos poderá demorar mais um pouco, indicou na sexta-feira o CEO global da companhia, Gilberto Tomazoni, em teleconferência com analistas. Embora a oferta na bolsa de Nova York seja um dos grandes objetivos da companhia, "não é uma questão de urgência", disse o executivo. "Temos um nível de alavancagem muito confortável. A questão é estratégica. É uma questão de qual é a estrutura de capital que pode trazer maior valor para o acionista", afirmou. Em 2018, a JBS informou que sua dívida bruta foi reduzida em cerca de US$ 2 bilhões.

Anna Carolina Negri/Valor

Fonte : Valor

Compartilhe!