SELO ARTE – Ministra Tereza Cristina entrega Selo Arte a produtores artesanais de queijo de Goiás

O estado é o primeiro do Centro-Oeste a conceder o selo de qualidade, que permite a venda interestadual dos alimentos produzidos de forma artesanal

Queijos_1.jpg

Selo Arte GO.jpeg

Selo Arte GO1.jpg

Aministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, participaram neste sábado (3), no Sindicato Rural de Alexânia, da entrega do Selo Arte a produtores de queijo artesanal. Goiás é o primeiro estado do Centro-Oeste a conceder o selo.

O selo foi entregue aos produtores de queijarias artesanais da Fazenda Coqueiral (Corumbá de Goiás), Santa Fé da Lagoinha (Santo Antônio do Descoberto) e Queijaria Lima (Alexânia).

O Selo Arte permite a venda dos alimentos, como lácteos e cárneos, produzidos de forma artesanal em diversos estados, abrindo oportunidade para o produtor incrementar sua renda. É também uma garantia de que o produto foi fabricado conforme características e métodos tradicionais ou regionais próprios, além de seguir as boas práticas agropecuárias e de fabricação. O produto artesanal é submetido à fiscalização de órgãos de saúde pública dos estados e do Distrito Federal.

O Ministério da Agricultura estabeleceu os critérios para a comercialização interestadual dos produtos com base no cumprimento das exigências sanitárias e dos requisitos de excelência de produção artesanal, que evidenciam o vínculo cultural e territorial. Os estados e o Distrito Federal são responsáveis pela concessão do Selo Arte e pela fiscalização dos produtos, cabendo ao Ministério da Agricultura coordenar a implementação da política e realizar a gestão do sistema de concessão e controle do Selo. Cada selo tem um número de rastreabilidade para identificação do produtor, data e local de fabricação do produto. Antes do Selo Arte, esses produtos artesanais de qualidade não podiam ser comercializados além de seus Estados de origem, o que trazia prejuízos para produtores e consumidores.

Em Goiás, a concessão é feita pela Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa). Além das três queijarias contempladas, mais sete estabelecimentos já estão com projetos aprovados.

A ministra parabenizou os produtores que receberam o selo. “Hoje vocês vão representar uma serie enorme de produtores do estado de Goiás. Que essa rota do turismo rural possa implementar essa gastronomia tão gostosa de Goiás e de outros estados do país".

O produtor rural Rafael da Silva Lima, da queijaria Lima, disse que a assistência técnica fez com que ele pudesse aumentar a sua produção, com a ajuda dos filhos “Hoje é o dia da nossa vitória”, disse.

Outros cinco estados já concederam o Selo Arte: Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Pará e Espírito Santo.

O secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, também participou do evento.

Agro pelo Brasil

A ministra também participou neste sábado da 2ª edição do Projeto “Agro pelo Brasil”, uma iniciativa do Sistema CNA/Senar. Nesta segunda edição, realizada nos dias 2 e 3 de outubro, participam as cidades de Brasília (DF), Salvador (BA), Luís Eduardo Magalhães (BA), Goiânia (GO) e Alexânia (GO). O evento é transmitido pelo link www.agropelobrasil.com.br

No debate sobre políticas públicas para o agro, a ministra ressaltou a importância do seguro rural para os produtores. “O seguro é fundamental para o produtor rural. O Mapa dá prioridade máxima para essa política porque ela é fundamental para o crescimento da atividade agropecuária no Brasil”, disse. 

Também participaram do debate o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o presidente da CNA, João Martins, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), deputado federal José Mario Schreiner, e o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Humberto Miranda.

O projeto conecta pessoas e debate temas de interesse do agro, além de mostrar experiências de sucesso no campo, promover a cultura e a gastronomia. Na programação, há assuntos como infraestrutura e logística, polos de ensino no agro, tecnologias aplicadas nas propriedades rurais, turismo rural, segurança no campo e tecnologias de baixa emissão de carbono.

Fonte : Mapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *