Secretaria pede à Conab sementes de milho e feijão

A Secretaria da AgriculturaPecuária e Desenvolvimento Rural apresentou à Conab um pedido de sementes de milho e feijão e plano de distribuição para comunidades quilombolas, indígenas e de agricultores familiares do Rio Grande do Sul. O objetivo é dar suporte a populações nos 232 municípios que decretaram situação de emergência até o final de março de 2020 por causa da estiagem.

O secretário da Agricultura, Covatti Filho encaminhou ofício à superintendência regional da Conab com detalhes do plano, que contemplará 1.469 famílias quilombolas, 2.168 famílias indígenas e 7.902 famílias de agricultores familiares, totalizando 11.549 núcleos familiares beneficiados. Para serem contempladas, as famílias indígenas, quilombolas e de agricultores familiares deverão obedecer a três critérios: estar no Cadastro Único, manter áreas de cultivos de feijão e milho de forma regular e apresentar as demandas pelas sementes em solicitação organizada pela secretaria e pelos escritórios municipais da Emater.

Foram solicitadas 82.950 kg de sementes de feijão e 147.565 kg de sementes de milho, de variedades já produzidas e utilizadas amplamente no Rio Grande do Sul.

As demandas por sementes foram levantadas pelos escritórios da Emater.

Fonte: Jornal do Comércio