Seca persiste no Brasil central e chuva se concentra no Norte e Nordeste

O Rio Grande do Sul e parte de Mato Grosso também recebem algumas precipitações nesta quarta-feira, mas são exceção em suas regiões

Solo seco é uma das características do efeito do La Niña sem chuva

Seca ameaça o milho segunda safra. Foto: Mapa/divulgação

Sul

A frente fria começa a se afastar da região, mas mesmo assim chove em todo o Rio Grande do Sul, serra e planalto catarinense. Grande parte do território gaúcho tem tempo mais fechado, com chuva a qualquer hora do dia. Os maiores volumes caem no centro do estado e na região metropolitana de Porto Alegre, com risco para temporais isolados. Por outro lado, na maior parte de Santa Catarina e do Paraná, o tempo continua firme e quente.

Mas o grande destaque é a queda brusca nas máximas no Rio Grande do Sul; muitas cidades, incluindo Porto Alegre, devem ter a menor temperatura máxima de 2021.

Sudeste

Sem muitas mudanças no tempo nesta quarta-feira, o tempo continua firme, quente e seco na maior parte do Sudeste. A umidade relativa do ar segue abaixo dos 30% em grande parte da região e as máximas se elevam. Apenas no norte do Espírito Santo há condição para chuva fraca e isolada.

Centro-Oeste

A chuva segue concentrada em poucas áreas no oeste e norte de Mato Grosso nesta quarta-feira, além de algumas cidades de Mato Grosso do Sul que fazem divisa com Paraguai e Bolívia. Mesmo assim, os acumulados previstos não são elevados e a chuva ocorre de forma isolada.

Nas demais áreas da região, o tempo continua firme, bastante quente e com umidade relativa do ar baixa no período da tarde, agravando ainda mais a situação de focos de incêndios.

Nordeste

A chuva segue forte no leste e norte da região nordeste. Os ventos que sopram do oceano provocam chuva expressiva entre o litoral da Bahia e de Pernambuco, podendo ser ainda mais forte em algumas cidades. Na faixa norte da região, é a ZCIT que provoca chuva forte entre o litoral do Ceará e o norte do Maranhão. Tempo firme apenas no oeste da Bahia.

Norte

A chuva mais forte acontece no Amapá, Pará, Roraima e Amazonas. Aliás, esta chuva forte e frequente no Amazonas agrava cada vez a situação das cheias dos rios, principalmente na região de Manaus, onde alguns rios já ultrapassaram a cota de inundação. Tempo firme apenas na metade sul de Tocantins.

Por Canal Rural, com informações da Somar Meteorologia

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *