SEBASTIÃO NASCIMENTO| – transformou o Brasil em potência agrícola. – Silagem de milho está na pauta de seminário em Ribeirão Preto

6ª edição do evento, que virou referência no assunto, será realizado nesta quarta e quinta-feira

criacao_silagem_enfardadeira_krone (Foto: Divulgação/Krone)

Silagem*Imagem ilustrativa.(Foto: Divulgação/Krone)

A pecuária não para. Com o objetivo de levar aos produtores e profissionais do setor informações sobre o mercado de carne e leite, além das melhores práticas nos processos de ensilagem, a Sementes Biomatrix, empresa do Grupo Agroceres, realizará o 6º Seminário de Silagem de Alta Qualidade, em Ribeirão Preto, nos dias 20 e 21 deste mês, ou seja, amanhã e depois. O evento tornou-se um dos mais tradicionais e de especialidade técnica na discussão sobre produção de silagens de alto valor nutritivo para bovinos.

Entre os temas de destaques do seminário estão a sanidade e a nutrição dos animais. Palestras de especialistas sobre gado de corte e leiteiro abordarão assuntos como qualidade nutricional, tratamento das enfermidades metabólicas, gerenciamento da pecuária de leite, mercado de leite, carne e milho no Brasil e tratamento industrial de sementes e silagem.

A principal novidade deste ano é a participação de grandes fazendas no evento, por meio de depoimentos de pecuaristas. O primeiro, no dia 20, será de Antonio Ricardo Sechis, proprietário do Recanto Vó Cidinha, produtor-criador e idealizador do conceito da marca Beef Passion, que falará sobre o uso de silagem na dieta dos animais criados na fazenda. Antonio Ricardo foi protagonista de uma reportagem que escrevi para GLOBO RURAL em sua edição de junho e que falou de carne premium.

No dia 21, será a vez de Roberto Hugo Jank Júnior, engenheiro agrônomo e diretor-presidente da Agrindus, que abordará estratégias de controles para um rebanho de produção intensiva de leite. Coincidência: Roberto foi capa da edição de março da nossa revista.

Fui convidado para ir a Ribeirão Preto. Infelizmente não deu. É que estamos fechando a revista de julho

POR SEBASTIÃO NASCIMENTO

Fonte : Globo Rural