Seapa dá explicações, mas impasse continua

Fonte:  Correio do Povo

Pela segunda vez em um mês, bilheteria da Expointer leva Mainardi ao TCE

 Pagamento pelo serviço já iniciado está em análise pelo Tribunal de Contas<br /><b>Crédito: </b>  vinícius roratto / cp memória

Pagamento pelo serviço já iniciado está em análise pelo Tribunal de Contas
Crédito: vinícius roratto / cp memória

Reunião realizada no final da tarde de ontem entre o secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, e o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marco Peixoto, adiou a divulgação de um posicionamento oficial sobre supostas irregularidades na contratação de empresa para administrar a bilheteria da Expointer 2011. O posicionamento, que deve vir a público hoje, foi postergado para que Peixoto pudesse avaliar novos documentos entregues pelo secretário na tentativa de explicar os procedimentos, que, segundo o Ministério Público de Contas (MPC), autor do pedido de inspeção especial na Secretaria da Agricultura, podem ter inviabilizado a participação de outras empresas na tomada de preços. O contrato foi firmado com a Imply Tecnologia por R$ 650 mil sem autorização prévia da PGE para dispensa de licitação – exigência para negócios acima de R$ 410 mil. O serviço já começou com entrega de credenciais.
Desde que o assunto veio à tona, há um mês, esta é a segunda vez que Mainardi vai ao TCE prestar esclarecimentos. Em nota, a Seapa ressaltou que os documentos encaminhados "podem ajudar no completo esclarecimento de todo o processo". Ontem também, Mainardi, diretores da Seapa e o procurador da PGE, Eduardo Cunha da Costa, estiveram com o procurador-geral do MPC, Geraldo Da Camino, e se colocaram à disposição para prestar mais informações.
Segundo Peixoto, a atitude está dentro da normalidade. "As partes têm o direito de se manifestar." A decisão sobre a medida cautelar solicitada pelo MPC para impedir o pagamento antecipado de 50% do valor devido para a Imply foi tomada ainda ontem, apesar dos novos anexos, que aumentaram de 200 para mais de 300 páginas o processo. A previsão é que hoje o presidente do TCE, Cezar Miola, receba o processo e notifique Mainardi.
Enquanto isso, copromotores da Expointer torcem para que o impasse seja resolvido ainda esta semana. "Não há tempo e a Seapa não tem mão de obra especializada para administrar a bilheteria", avalia o presidente do Simers, Claudio Bier. O presidente da Fetag, Elton Weber, confia em uma solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *