Seapa abre circuito da Helicoverpa

Serão definidos hoje os detalhes de um roteiro que 30 técnicos da Secretaria da Agricultura (Seapa) farão por todas as regiões produtoras de soja do RS para uma conscientização sobre a importância de monitoramento semanal das lavouras para evitar os danos da Helicoverpa armigera. A lagarta, que causou prejuízos astronômicos em outros estados, foi confirmada em novembro no Estado.

As 15 equipes formadas por dois profissionais treinados terão como objetivo fazer contato com produtores, cooperativas, sindicatos rurais e de trabalhadores rural, escritórios da Emater, além de conferir pessoalmente a situação em lavouras. De acordo com gerente da Divisão de Produção Vegetal, José Motta, o combate só dará certo com o envolvimento de todos, pesquisa, extensão e produtores. ‘Somente com um conjunto de forças nós vamos controlar a Helicoverpa.’ Segundo Motta, uma das preocupações é o uso indiscriminado de químicos, o que pode provocar desequilíbrio e facilitar a proliferação da praga. Para viabilizar a operação, que será interrompida no Natal e no Ano-Novo, a Divisão encaminhou pedido de verba de excepcionalidade. Serão necessários R$ 280 mil para diárias e compra de equipamentos como lupas, pinças e luvas.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *