Saindo do papel

 

Em meio a um investimento de R$ 6,5 bilhões, a capacidade produtiva será ampliada de 2 milhões para 3,5 milhões de toneladas em 2016

Neste último ano, a Klabin enve­redou por uma trilha de cresci­mento acelerado. Primeira no segmento Reflorestamento, Ce­lulose e Papel, a companhia tem apresentado crescimento na produção e nos indicadores de produtividade. No segundo trimestre do ano, o ba­lanço voltou ao azul, com lucro líquido de R$ 296 milhões, resultado impulsionado pelos investimen­tos de peso que a Klabin realiza. Até dezembro, o investimento total somará R$ 4,2 bilhões neste ano. E outros R$ 2,3 bilhões serão investidos em 2016. Com isso, sua capacidade produtiva crescerá de 2 milhões para 3,5 milhões de toneladas de papéis.

"Temos a expectativa de uma sequência de resultados crescentes a partir do aumento expressivo da capacidade instalada” - Fábio Schvartsman (Foto: Rogério Albuquerque)

"Temos a expectativa de uma sequência de resultados crescentes a partir do aumento expressivo da capacidade instalada” – Fábio Schvartsman (Foto: Rogério Albuquerque)

“Fecharemos o ano com uma evolução positiva em relação ao ano passado, principalmente pelo aumento de nossa capacidade de produção de papel de embalagem”, diz Fábio Schvartsman, CEO da Klabin. Na ponta do lápis, a capacidade passou de 1,7 milhão para os atuais 2 milhões de toneladas.

A reportagem completa você lê na edição do Anuário do Agronegócio 2015. Nas bancas a partir do dia 23 de outubro.

POR LUIZ ANTONIO CINTRA

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *