Safra de grãos será recorde e produção atingirá 205,8 milhões de toneladas

Brasília (10/07/2015) – Em sua nova estimativa para a safra de grãos de 2015, a sexta deste ano, para a safra nacional de grãos, divulgada nesta quarta-feira, 09/07, o IBGE confirmou volume recorde, desta vez de 205,8 milhões de toneladas, crescimento de 6,7% em relação aos números de 2014 (192,9 milhões). Os números do IBGE superam em 0,7% o levantamento feito em maio.

Os dados mostram que a área de grãos a ser colhida deverá ser de 57,5 milhões de hectares, crescimento de 1,9% em comparação com 2014, 56,4 milhões, 0,1% menor do que o total estimado na última divulgação do Instituto.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) considera que os números do IBGE confirmam a liderança do setor agropecuário na estabilidade da economia brasileira, com oferta interna de alimentos a preços acessíveis aos consumidores e liderança nas vendas externas que garantem equilíbrio na balança comercial do país.

Elevação dos custos – Entretanto, a CNA está preocupada com os crescentes custos enfrentados pelo produtor rural. Com o aumento do dólar, fertilizantes e defensores agrícolas e outros insumos importados tiveram maior impacto no custo da produção, além do aumento dos gastos com o óleo diesel. Da mesma forma, a mudança da bandeira tarifária, de verde para vermelha, provocou gastos adicionais com energia elétrica, sobretudo, para a agricultura irrigada. A instalação de equipamentos adequados para a adoção de irrigação e a utilização do sistema representaram fortes gastos com o reajuste de energia elétrica.

Arroz, milho e soja – O IBGE assinala que as três principais culturas – arroz, milho e soja – representam 91,9% da produção e 86,1% da área. Na comparação com a safra anterior, a produção cresce 11,6% para a soja, 2% para o milho e 1,9% para o arroz.

A região Centro-Oeste concentra 41,6% da produção estimada, seguida do Sul, com 37,6%. Em seguida vem o Sudeste (9,1%), Nordeste (8,8%) e Norte (2,9%). De acordo com o IBGE, a safra cresce em todas as regiões: 14,7% no Nordeste, 10,3% no Norte, 9,4% no Sul, 4% no Sudeste e 3,2% no Centro-Oeste.

Já entre os estados, Mato Grosso segue liderando, com participação de 24,1%. É seguido por Paraná (18,4%) e Rio Grande do Sul (16%). Somados, representam 58,5% do total. Ao mesmo tempo, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) também espera para a safra nacional de grãos 2014/2015, 206,3 milhões de toneladas, crescimento de 6,6% sobre a safra 2013/2014. A diferença nos valores totais de produção entre os dois órgãos, IBGE e Conab, é consequência de critérios distintos para as pesquisas. O IBGE faz o levantamento considerando ano corrente e a Conab prevê o chamado ano safra.

A área de plantio das principais culturas sobe 0,8%, para 57,5 milhões de hectares. Segundo a Conab, a produção de soja deve crescer 11,7%, alcançando 96,2 milhões de toneladas.

Assessoria de Comunicação CNA
telefone: (61) 2109 1419
www.canaldoprodutor.com.br
https://twitter.com/canaldoprodutor
https://www.facebook.com/canaldoprodutor

Fonte: CNA