Safra de arroz se encerra com bom preço

Saca do grão tipo 1 está cotada em R$32,69, alta de quase 20% em relação ao mesmo período no ano passado, de acordo com o Irga

Safra de arroz se encerra com bom preço  Jean Pimentel/Agencia RBS

Produção deve alcançar oito milhões de toneladas nesta safra, de acordo com o Irga Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Zero Hora

campo@zerohora.com.br

A colheita do grão no Rio Grande do Sul já e considerada finalizada no Estado, e o destaque desta safra é preço da saca.

Com 99,1% do trabalho concluído, o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) apontam uma produção de oito milhões de toneladas para a Safra 2012/2013. Nesta safra os gaúchos semearam 1.082 milhão de hectares com uma produtividade média de 7.433 quilos por hectare.

— A colheita evoluiu com números muito semelhantes ao ano passado, onde a produção foi de 7,7 milhões de toneladas. O aumento da produção se deveu pela ampliação de área e não a por um aumento na produtividade, já que este ano tivemos problemas de clima em algumas regiões — afirma Claudio Pereira, presidente do Irga.

Neste ano, de acordo com Pereira, os preços estão 20% superiores ao mesmo período no ano passado, o preço da saca de arroz tipo 1 está R$32,69 e no ano anterior estava R$ 27,25.

— Esta safra com certeza será uma das melhores colheitas para o produtor em termos de renda — destaca o responsável pelo Irga.

Os arrozeiros comercializaram até o final do mês de abril 1.242, 632 toneladas do total de oito milhões de toneladas previstas para esta safra. Pereira recomenda que o produtor não deixe para vender todo o seu arroz no segundo semestre evitando uma superoferta no período. Mas o mais recomendado, salienta, é que o produtor pudesse fracione a sua venda.

Os dados, por regiões

As regiões que já colheram 100% do grão são a Zonal Sul, que plantou 172,2 mil hectares e registra uma produtividade média de 7.703 quilos por hectare e tem o município de Rio Grande com a melhor produtividade do RS, com 8.530 quilos por hectare e a Planície Costeira Externa, que semeou 138.960 hectares e está com uma produtividade média de 7.107 quilos por hectare.

Com o processo praticamente finalizado, estão a Planície Costeira Interna com 99,9% da área colhida e uma produtividade média de 7.235 quilos por hectare, faltando apenas as cidades de Guaíba e São Lourenço do Sul para concluir a colheita. E a Fronteira Oeste com 98,6% dos 329.473 hectares plantados, até o momento a produtividade média é de 7.460 quilos por hectare.

Logo em seguida vem a Depressão Central com 98,5% do arroz colhido, dos 148.384 hectares semeados e está com uma produtividade média de 7.462 quilos por hectare e a Campanha com 98,1% e registra uma produtividade de 7.526 quilos por hectare.

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!