SAFRA 2019/2020 – Rio Grande do Sul já plantou 94% das áreas com soja

Enquanto o tempo mais seco, enfrentando na semana, preocupou parte dos produtores, outros aproveitaram para replantar ou terminar os trabalhos de semeadura

Plantio de soja

Foto: Eduardo Moratelli/ Arquivo pessoal

O plantio da soja chega a 94% da área de 5,9 milhões de hectares no Rio Grande do Sul, de acordo com a Emater/RS. Esse total representa um leve retardo frente aos 97% da mesma época do ano passado e da média histórica. Segundo a entidade 97% das lavouras estão em fase de germinação e 3% em desenvolvimento vegetativo.

PUBLICIDADE

Na região Norte, que corresponde a um terço das áreas cultivadas com soja, as lavouras apresentam bom desenvolvimento, com algumas áreas com restrição do crescimento devido à baixa umidade no solo.

“As altas temperaturas têm provocando lesões de escaldadura nas plântulas recém-germinadas e o consequente tombamento fisiológico, reduzindo o estande da cultura. Tem sido observada reduzida incidência de pragas. Os produtores seguem realizando o controle de plantas invasoras e, devido às condições do tempo não adequadas, iniciam lentamente os tratamentos fúngicos”, diz a entidade.

Erechim

A semeadura da soja foi concluída e as lavouras estão 100% na fase de germinação e desenvolvimento vegetativo, apresentando bom aspecto. Os produtores seguem realizando tratos culturais para o controle de invasoras e os primeiros tratamentos fitossanitários.

Ijuí

Segundo a Emater, as precipitações ocorridas na semana permitiram o replantio em áreas pontuais das lavouras que tiveram problemas de mortalidade de plântulas devido à baixa umidade no solo.

Santa Rosa

No transcorrer da última semana o plantio praticamente não ocorreu na maioria dos municípios devido à baixa umidade do solo, embora tenha alcançado 94% da área prevista para safra. Da área já implantada, 99% das lavouras se encontram em desenvolvimento vegetativo;

“Em muitas delas as linhas de plantio estão fechando, e 1% das lavouras semeadas no cedo já se encontram em floração. Algumas apresentam germinação desuniforme em função de o plantio ter ocorrido com solo seco e em baixa profundidade, implicando na necessidade de replantio. Em geral, a situação das lavouras da região é boa”, diz a Emater.

Soledade

Por lá, 95% da cultura está na fase de desenvolvimento vegetativo e 5% em floração. A continuidade do tempo seco na semana promoveu sintomas de estresse hídrico nas plantas. Em algumas localidades, as chuvas ocorridas amenizaram a situação.

“Mas em outras, como no Baixo Vale do Rio Pardo, a umidade do solo se manteve insuficiente para permitir a retomada dos plantios. Em geral, o estado fitossanitário das lavouras é bom, sem registros de pragas e doenças”, afirma.

Frederico Westphalen

O retorno do tempo favorável permitiu aos produtores a retomada dos plantios. Das lavouras, 90% delas estão na fase de desenvolvimento vegetativo e 10% em floração. Em geral, o aspecto é bom, sem aparecimento de pragas e doenças.

Passo Fundo

As lavouras estão em desenvolvimento vegetativo e foram beneficiadas pelas chuvas ocorridas no período. O estado geral das lavouras é bom, e seguem recebendo tratos culturais.

Bagé

A semana caracterizou-se por tempo com predomínio de sol e nuvens, ocorrência de chuvas e temperaturas amenas pela manhã (8°C) e elevadas à tarde (37°C), apresentando grande amplitude térmica. As lavouras implantadas alcançaram 95% da safra. Com a recuperação dos níveis de umidade do solo, a semeadura foi retomada. As lavouras encontram-se em fase de germinação e desenvolvimento vegetativo, com bom estande de plantas.

Por Daniel Popov, de São Paulo

Fonte : Canal Rural

Compartilhe!