RURAL – Temporais da semana provocam queda de parreirais na Serra

Antônio Prado, Farroupilha e Flores da Cunha registraram perdas

Será feito um trabalho de reerguimento da videira na próxima segunda-feira

Será feito um trabalho de reerguimento da videira na próxima segunda-feira | Foto: Ronei Marcílio/Rádio Solaris/Divulgação

O vento e a chuva forte ocorridos ao longo desta semana causaram estragos em parreirais de municípios da região da Serra.

Em Antônio Prado, três hectares de parreirais na propriedade de Ildo Pastore, Capela São Pedro, não resistiram e vieram abaixo devido a força da chuva e do vento. O que influenciou também para que houvesse a queda foi a quantidade da produção, cerca de 150 toneladas de uva Magna. Segundo Evandro Pastore, filho de Ildo, as perdas  na produção podem chegar 30%.

Como a uva estava pronta para ser colhida, será feito um trabalho  de reerguimento da videira e colheita ao mesmo tempo. Esse trabalho deverá ser feito na próxima segunda-feira (01).

No interior de Farroupilha, também houve queda de parreirais durante esta semana devido aos temporais que atingiram o município.

Conforme a secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR), parreiras em propriedades na localidade de Vila Jansen, Monte Bérico, Caravaggeto e Linha 30 não resistiram ao vento e foram ao chão. Ainda segundo a secretaria, não houve prejuízos maiores para a produção.

Os proprietários e a SDR estão mobilizando as comunidades para erguerem as plantações no sábado, 30.

Em Flores da Cunha, conforme o sindicatos dos Trabalhadores Rurais, ocorreu a queda de um parreiral de dois hectares na linha 100 na propriedade de Artur Molon. Os prejuízos ainda não foram apurados.

Celso Sgorla

Fonte : Correio do Povo

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *