RURAL – Rússia suspende importações do Brasil e surpreende cadeia produtiva do tabaco

País alegou ter identificado 33 casos da mosca Megaselia scalaris no produto brasileiro

A cadeia produtiva do tabaco recebeu com surpresa a decisão da Rússia de proibir a importação do produto brasileiro por razões fitossanitárias desde segunda-feira. O Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária daquele país alegou ter identificado 33 casos da mosca Megaselia scalaris em tabaco do Brasil e de países como a Índia, África do Sul, Tanzânia, Estados Unidos, Malawi e Bélgica durante 2020. O inseto é considerado uma praga quarentenária na Rússia e  demais países da União Econômica Eurasiática.

Em nota assinada pelo presidente Iro Schünke, o Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (Sinditabaco)  informou que está em contato com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para buscar uma solução rápida pois o setor está em fase de embarques do tabaco para o exterior. Schünke lembra que a Rússia é um importante comprador do tabaco brasileiro, destacando-se entre os dez maiores clientes do produto nos últimos anos. “Em 2020, a Rússia importou cerca de 22 mil toneladas, gerando divisas de 54 milhões de dólares. Até junho de 2021, comprou 22 milhões de dólares e 12 mil toneladas.”

Otto Tesche

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *