RURAL – Projeto Guaritas amplia vigilância sanitária na divisa com SC

Atividade será periódica e visa coibir o trânsito irregular de cargas interestaduais

  • Novo programa complementa controle que já é feito nas fronteiras com Uruguai e Argentina

    Novo programa complementa controle que já é feito nas fronteiras com Uruguai e Argentina | Foto: Divulgação/SEAPDR

    A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) lança o Programa de Vigilância Agropecuária Interestadual – Projeto Guaritas nesta quinta-feira, em Vacaria. Vinculado ao futuro status sanitário de zona livre de febre aftosa sem vacinação, que o Rio Grande do Sul espera conquistar da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) em maio, e inspirado no Programa Sentinela, que já faz o mesmo nas fronteiras com a Argentina e Uruguai, o Guaritas terá equipes de vigilância em seis pontos fixos e volantes em mais de 50 pontos de passagem por rodovias ou balsas existentes em 97 municípios próximos ou na divisa com Santa Catarina. “Será uma atividade periódica, contando com o fator surpresa na tentativa de coibir o trânsito irregular de cargas interestaduais”, complementa o chefe da Divisão de Controle e Informações Sanitárias da Seapdr, Francisco Lopes. O investimento  de R$ 82,9 mil conta com recursos do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do Rio Grande do Sul (Fundesa).

    *Sob supervisão de Elder Ogliari

    Carolina Pastl*

    Fonte : Correio do Povo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *