RURAL – Plantio do trigo vai superar todas as previsões iniciais

Conjuntura favorável ao cultivo levou à mudança da estimativa, de 1,023 milhão de hectares em junho para 1,096 milhão de hectares em julho

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) revisou para cima a estimativa de área de plantio do trigo no Rio Grande do Sul. A nova previsão indica que os gaúchos vão cultivar 1,096 milhão de hectares com o cereal de inverno, o que representa uma alta de 17,9% em relação ao ano passado. No levantamento anterior, em junho, a previsão era de 1,023 milhão de hectares.

Com a expansão da lavoura, a produção gaúcha de trigo poderá chegar a 3,621 milhões de toneladas, segundo a Conab. O superintendente do órgão no Rio Grande do Sul, Carlos Roberto Bestetti, acredita, no entanto, que a estimativa de área tende a crescer nos próximos levantamentos.

Os números, de acordo com ele, devem-se à conjuntura favorável ao plantio do cereal, que inclui o preço remunerador, a possibilidade de venda de trigo para ração animal (em razão do preço elevado do milho), a importância da rotação de culturas e o clima favorável. “O produtor está capitalizado, pois vendeu bem a soja”, acrescenta Bestetti.

Segundo o Informativo Conjuntural semanal da Emater/RS-Ascar, o plantio do trigo avançou 16 pontos percentuais nos últimos sete dias no Estado e chegou a 91% do total, que a instituição estima em 1,12 milhão de hectares.

Brasil

A Conab também revisou a  produção nacional de grãos, mas, neste caso, para baixo, de 262,1 milhões de toneladas no levantamento de junho para 260,8 milhões no atual. O novo cálculo é explicado pelo atraso no plantio do milho safrinha, por problemas climáticos no Paraná e Centro-Oeste, que vai reduzir a produção do grão para 66,97 milhões de toneladas – queda de 10,8% na comparação com o ciclo anterior.

Danton Júnior

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *